Marcados com " saúde dos olhos"

10 hábitos essenciais para a saúde dos olhos:

29 jan 2015 por Lotten Eyes    Sem Comentários    Postado em: Cuidados com a visão

Para ter uma visão boa é importante que cultivemos hábitos saudáveis. Listamos 10 hábitos para prevenir doenças oculares e melhorar a saúde ocular.

  1. Evite coçar os olhos: As mãos contém muitas impurezas como bactérias, vírus e fungos que podem causar infecções nos olhos. O coçar crônico dos olhos, à longo prazo, pode levar a doenças da córnea como ceratocone em pacientes que tenham predisposição. Também podem aparecer “feridas” nos olhos, chamadas ceratite, principalmente nos usuários de lente de contato.
  2. Controle da Glicemia: O excesso de glicose no sangue pode causar problemas não só no corpo como nos olhos também. Alteração da visão e do grau dos óculos quando a glicemia está muito alta são alguns dos sintomas. A retinopatia diabética (doença que afeta os vasos da retina), que no começo não apresenta sintomas pode levar à cegueira se não tratada.
  3. Coma mais peixe: O peixe é alimento rico em Ômega 3 e também contém vitaminas A,B,D e E, que são essenciais para saúde ocular, prevenindo doenças oculares como a degeneração macular relacionada a idade.
  4. Pratique atividade física: Estar acima do peso, somado a uma má alimentação, podem causar problemas físicos que afetam os olhos, como diabetes e hipertensão.
  5. Lave bem os olhos: O acúmulo de maquiagem, poeira e poluição na base dos cílios pode levar a inflamações das pálpebras, causando irritação, olho vermelho e coceira. Tenha o hábito de lavar com Shampoo neutro os cílios e ao redor dos olhos pelo menos 2 vezes ao dia.
  6. Pare de fumar: O consumo de cigarro está associado a alguns problemas de visão, como degeneração macular, catarata e danos ao nervo óptico.
  7. Cuidado com as lentes de contato: Lavar bem as mãos antes de colocar as lentes, higienizar com produtos específicos, controle da validade e substituição das lentes são hábitos saudáveis para evitar complicações oculares.
  8. Lembrar de piscar os olhos: Quando usamos muito computador ou durante uma leitura prolongada piscamos menos do que o necessário, por isso lembre de piscar mais os olhos, a fim de evitar a sensação de olho seco.
  9. Proteger contra o Sol: Os raios ultravioleta são muito maléficos tanto para pele como para os olhos. Portanto além do protetor solar devemos proteger os olhos com óculos escuros que contenham bloqueio contra os raios UVA e UVB para evitar doenças como degeneração macular e catarata.

10.  Olhar para longe: O uso excessivo da visão para perto pode causar cansaço ocular e visão embaçada. Para evitar esses sintomas, proporcione algumas pausas nas suas atividades ao longo do dia e olhe para longe (6 metros ou mais). Isso fará com que seus olhos relaxem.

Dra. Carolina Engelbrecht – Médica Oftalmologista.

CRM: 140190

Bebida alcoólica através dos olhos: uma estranha e perigosa combinação

16 set 2010 por Lotten Eyes    Sem Comentários    Postado em: Curiosidades


Um dos assuntos desta semana que chamaram a atenção da maioria foi o uso (abuso) da vodka, que tem sido utilizado pelos jovens para ser “ingerida” através dos olhos.

O fato é que este hábito traduz algo já praticado por jovens frequentadores dos Pubs londrinos e pelas garçonetes que trabalham nos bares de Los Angeles em busca de generosas gorjetas.

Os praticantes desta anormalidade de consumo já o fazem em certas condições sobre as quais estão sob efeito do Álcool. As bebidas alcoólicas atuam sobre o sistema nervoso central, causando um estado de euforia que tira a pessoa de seu grau de comportamento normal, e também trazem um certo grau de analgesia. Frente a isso, sem um domínio pleno de suas faculdades e com sensibilidade diminuída e, portanto, mais tolerante à dor, o cidadão inocula álcool diretamente sobre o olho imaginando que isto acelere os efeitos da bebida alcoólica. Os desdobramentos acerca do álcool e seus efeitos sistêmicos são por demais conhecidos, mas aqui a proposta é a de entender o que pode ocorrer nos olhos.

A superfície externa ocular é revestida por um tecido chamado conjuntiva e que na região próxima à córnea apresenta um tipo de célula vital para a transparência corneana. É da transparência da córnea que depende grande parte da visão. Uma vez colocado bebida alcoólica em contato com a conjuntiva e, consequentemente, com estas células (pela mudança de ph), ocorre uma queimadura que, na dependência da concentração de álcool e do tempo de contato, pode levar desde queimaduras leves até queimaduras graves. No caso de lesão destas células, a consequencia é ainda mais danosa, pois uma vez lesada, a transparência da córnea é fortemente prejudicada. E mais, em alguns casos o transplante de córnea pode ser necessário e é o de pior prognóstico, pois as células caliciformes têm papel fundamental na nutrição tecidual.

Evidentemente que isto chama a atenção não só daqueles que se preocupam com a saúde dos olhos, mas também de todos aqueles que concentram sua atenção nas questões da violência. Tratar da questão dos olhos tem suas aptidões técnicas, mas a abordagem do álcool depende de todo um processo sociológico.

O fato é que qualquer substância que possa atingir nossos olhos tem papel que pode ser altamente nocivo. Na dúvida, a orientação é a de lavar copiosamente e, uma vez que se imaginar que a lavagem não foi suficiente, repeti-la, utilizando-se de água natural. Uma vez tratado desta forma o assunto emergencial, o paciente deve ser encaminhado ao médico especialista.

Claudio Lottenberg.

Tomo remédios: meus olhos podem ser afetados

28 abr 2010 por Lotten Eyes    Sem Comentários    Postado em: Cuidados com a visão

É comum os pacientes nos procurarem com queixas de sintomas oculares na vigência do uso de medicamentos sistêmicos. Quem sabe por isso vale a pena falarmos sobre este assunto.

A proposta não é a de causar qualquer clima alarmista, mas a de orientar para determinadas queixas que muitas vezes se mostram presentes e que, podem ou não ter significado, podem ou não colocar em risco a saúde de seus olhos, mas efetivamente merecem ser esclarecidas.

Os olhos são estruturas ricamente vascularizadas e com pouca massa tecidual. Assim não é infreqüente que drogas sistêmicas tragam efeitos colaterais nos olhos.

A amiodarona utilizada nas arritmias cardíacas pode se acumular na córnea e ainda causar opacidade de cristalinos, isto é, catarata. Os antimaláricos, utilizados hoje também no tratamento das colagenóses podem afetar a córnea e a retina. Os corticóides, importante recurso utilizado como anti-inflamatório e como coadjuvante de inúmeros tratamentos, merecem um destaque na relação entre estes e o aumento da ocorrência da catarata e do glaucoma. As drogas fotossensibilizantes como o psoraleno utilizado para tratamento de vitiligo e psoriase pode também aumentar as chances de se desenvolver Catarata.

Existem drogas que afetam as pálpebras, a conjuntiva e a esclera levando a lacrimejamento, alteração da tonalidade do branco do olho e até a vermelhidão. É o caso da clorpromazina, das sulfinamidas e até das tetraciclinas que em oftalmologia são frequentemente utilizadas para o controle de blefarite crônica.

Queixa freqüente e, principalmente em idosos é a de diminuição da lágrima e olho secos com sensação de areia. Nesta categoria de queixas vale ressaltar os anticolinérgicos, dos bloqueadores beta-adrenergicos utilizados para tratar a hipertensão arterial, e, até mesmo dos anti-histaminicos utilizados em quadros alérgicos.

Outra modalidade de apresentação destas manifestações está na pupila. Assim não é incomum que pacientes que façam uso de medicamentos que contenham atropina apresentarem-se com a pupila dilatada valendo o registro para a chance de se desenvolver glaucoma em pacientes com câmara anterior rasa quando fazem uso de estimulantes do sistema nervoso central como as anfetaminas. Os ansiolíticos (drogas moderadoras de apetite) também têm efeito sob a dilatação da pupila.

Drogas usadas para uso sistêmico como diuréticos, sulfinamidas e inibidores da anidrase carbônica podem causar quadros de agudização de miopia.

Os achados aqui descritos tem mérito na orientação de nossos pacientes. Como muitos dos termos são técnicos, caso haja alguma dúvida, aconselho que você procure seu médico e as esclareça. Vale lembra que, em conjunto com o seu clinico, alguns destes medicamentos podem ser substituídos, já outros simplesmente merecem ser monitorados.

Um abraço,

Claudio Lottenberg.

Lotten Eyes: de olho na saúde dos seus olhos

15 ago 2008 por Lotten Eyes    Sem Comentários    Postado em: Check-up empresarial

Um dos serviços prestados pela Lotten Eyes que mais cresceu nos últimos meses foi nosso Check-up empresarial. Sendo assim, resolvi dedicar um pouco do meu tempo para falar a respeito dele.

Com o objetivo de oferecer um diagnóstico preciso sobre a situação intra-ocular dos funcionários das empresas, bem como detectar possíveis problemas, a Lotten Eyes passou a realizar, dentro do ambiente da empresa, um Check-up oftalmológico.

De maneira eficiente e, principalmente, sem atrapalhar o andamento das atividades laborais dos funcionários, vamos com nossa equipe até o local desejado e atendemos aqueles que têm interesse em passar por uma avaliação oftalmológica.

Sabemos hoje que a prevenção de doenças é um dos principais fatores que contribuem para aumentar a expectativa e a qualidade de vida das pessoas. Sendo assim, nosso Check-up presta um importante serviço na medida em que atua no sentido de prevenir doenças intra-oculares, diagnosticando-as com antecedência. Além disso, nosso Check up contribui indiretamente para uma sensível melhora das atividades laborais já que uma visão saudável é peça fundamental no “quebra-cabeça” da produtividade.

Saiba mais sobre o Check-up empresarial na página inicial do nosso site.

Forte abraço,

Claudio Luiz Lottenberg

-