Dr. Claudio Lottenberg visita o Papa Bento XVI

mai 23, 2012 por Lotten Eyes    1 Comentário     Postado em: Notícias
Foto Dr. Claudio Lottenberg e Papa Bento XVI

Prezados pacientes!

Nesse mês de maio, em visita ao Vaticano, tive a oportunidade de encontrar com sua Santidade, o Papa Bento XVI.

Durante a audiência, entreguei a ele, uma pequena lembrança, em formato de uma mão presa a uma haste que é usada nas leituras da Torá, o velho testamento.

Em minhas palavras ao Papa disse que as tábuas da lei foram escritas com as mãos de Deus e, que esta mão , que ali lhe entregava , tinha este simbolismo, pois usada para leitura da Torá, a qual os católicos se referem como sendo o Primeiro testamento, associava algo que temos em comum entre nós : Deus e o Velho Testamento. Enfatizei ainda que ,catolicos e judeus,  somos todos seres humanos e temos  cada vez estar mais unidos. Sua Santidade expressou um sorriso muito afetuoso , comovente, encantador, algo meio inexplicável e, que me remeteu ao encontro que tive há mais de vinte anos com um Rabino dos mais conhecidos e carismáticos em Nova York, Lubavitch Rebe. Senti proximidade com Deus sendo que desta vez apoiado por um líder que não de minha religião.

Fui educado em uma escola cristã. Nas missas de final de ano, era o único aluno que não se ajoelhava por não ser católico. Portanto, aprendi desde o inicio de minha educação , que era diferente na forma de me relacionar com Deus mas sobretudo aprendi a ser semelhante ao conviver junto a  diversidade que para mim se cristalizou em um sentimento que me permite preservar meus princípios e valores, mas mantendo a interlocução entre os demais como sendo um instrumento de vida. Não sei ou não imagino o que possa ser a vida sem o dialogo e julguei que deveria socializar com todos vocês este momento.

O Brasil é um país que soube como construir um caminho de respeito à diversidade. O entendimento entre os diferentes é o próprio exercício do viver e o sentido da compreensão em relação ao próximo é a própria aceitação do convivio em uma comunidade.

O Papa fez menção ao bom convivio que os católicos mantêm com os judeus na America Latina . Lamentou atos discriminatórios e reconheceu que hoje a própria igreja é alvo de radicalismos que afrontam o direito às escolhas individuais.

O meu desejo ao ouví-lo era de poder compartilhar toda esta energia com todos vocês.

Claudio Lottenberg

1 Comentário Comentar

  • Prezado Dr. Claudio Lottenberg:

    Fiquei muito comovida e entusiasmada com seu testemunho de íntimo relacionamento com o Papa Bento XVI e com Católicos em geral, pois o Sr. não faz discriminação entre pessoas. Creio que suas palavras ao Papa Bento XVI puderam retratar todo seu valor e sua autenticidade, ao mesmo tempo em que coloca o ser humano em primero lugar, tendo escolhido a mais digna das profissões: Médico!

    É como diria Dr. Viktor Frankl, para quem cada paciente era um ser humano digno de cuidado e atenção, que não via barreiras culturais ou religiosas, em seu tratamento humano, tendo sempre um enfoque terapêutico, como disse sobre ele, em seu filme “Viktor and I” (Obra de seu neto Alexander Vesely) , o seu genro, o Professor Franz Vesely.

    Que Deus conceda ao Sr. e à sua Família, as Bênçãos especiais do nosso Papa João Paulo II, e do Papa Bento XVI., que tanto iluminaram este século trágido XX, e que deixaram e deixarão um legado de compreensão, amor, bondade e paz entre os povos.
    Shabat Shalom! Célia Leal da Costa

-