Descolamento de retina: saiba como prevenir

fev 21, 2019 por Lotten Eyes    Comentários desativados    Postado em: Notícias

O exame de mapeamento de retina anual ajuda a identificar a doença precocemente
O descolamento de retina é uma doença grave e que, em muitos casos, pode levar à cegueira total. Ela pode ocorrer espontaneamente em qualquer pessoa, mas pacientes com alta miopia ou que tiveram algum tipo de trauma direto na região dos olhos têm maior risco de ter o problema.

Causas

Dentro dos olhos, há uma substância chamada humor vítreo, com consistência de gel e aderido à retina, que preenche toda a cavidade existente no fundo do olho. Com a idade, essa substância vai se “liquefazendo”, mas algumas partes podem estar mais aderidas e “puxar” a retina. Essa tração pode gerar um rasgo na retina e fazer com que o líquido se infiltre nessa região, causando o descolamento. Pacientes com alta miopia e trauma nos olhos têm maior chance de sofrerem esses rasgos, portanto, nesses casos, vale redobrar os cuidados.

Principais sintomas

O principal sintoma do descolamento é uma mancha na visão que não melhora e que progressivamente vai tomando conta de todo campo visual. Antes do descolamento ocorrer, o paciente pode perceber flashes de luz e o aparecimento súbito de pontos pretos na visão. Esses são sintomas de que o gel vitreo pode estar tracionando a retina e o paciente deve procurar o oftalmologista imediatamente.

Prevenção

Uma das principais recomendações para evitar o descolamento de retina é a realização do mapeamento de retina anual, pois este exame permite identificar lesões que favorecem o problema. Quando detectada essas lesões ou rasgos na retina, o médico pode realizar a fotocoagulação a laser, um tratamento com aplicação de laser no local.

Tratamento

O único tratamento disponível para o descolamento de retina é a cirurgia. Quanto mais precoce e inicial a detecção, melhores serão as condições de recuperação.

Fonte: Dr. Diego Verginassi, oftalmologista especializado em retina e vítreo da Lotten Eyes.

Comments are closed.

-