Navegação"Curiosidades"

Uvas retardam e previnem aparecimento da degeneração macular associada à idade

6 fev 2012 por Lotten Eyes    Sem Comentários    Postado em: Curiosidades

A ingestão de uvas previne e também retarda o desenvolvimento da degeneração macular

UvasA ingestão de uvas previne e retarda o desenvolvimento da degeneração macular associada à idade, uma condição debilitante que afeta milhões de idosos em todo o mundo, sugere um estudo publicado no “Free Radical Biology and Medicine”.

A degeneração macular associada à idade é uma doença progressiva dos olhos, que conduz à deterioração do centro da retina, a mácula. Esta condição é a principal causa de cegueira em idosos. O envelhecimento da retina está associado com aumento dos níveis dos danos oxidativos e stress oxidativo que desempenha um papel importante no desenvolvimento da degeneração macular associada à idade. leia mais »

6 ilusões de ótica incríveis

1 fev 2012 por Lotten Eyes    4 Comentários    Postado em: Curiosidades

É oficial: não dá pra acreditar 100% no nosso cérebro. Ilusões de ótica como as listadas abaixo são criadas pela forma como o olho forma imagens e percebe cores, mas também se devem a “tilts” do cérebro. Há ainda as brincadeiras geométricas e os truques de perspectiva que enganam nossos olhos e a nossa mente.

A SUPER tem o especial “As Melhores Ilusões de Ótica De Todos Os Tempos”, você já conhece? Ele foi lançado ano passado, então não está mais à venda em bancas e livrarias, mas sempre há como buscar essas publicações em bancas mais “robustas” ou em sebos. As melhores da revista, você também pode ver aqui.

1. Não acredite nas cores

ilusao1Acredite: nesta espiral, o “verde” e o “azul” são a mesma cor. O que acontece é que o nosso olho percebe as cores uma em relação às outras. Como as listras são muito fininhas, essa comparação “confunde” o tom de verde.

leia mais »

Como agir corretamente com um deficiente visual

31 jan 2012 por Lotten Eyes    Sem Comentários    Postado em: Curiosidades

O Instituto Benjamin Constant, a mais antiga instituição de educação para cegos do País e que mantém um curso de especialização em Oftalmologia credenciado pelo CBO, publicou material importante que visa diminuir a insegurança das pessoas que mantém contato com portadores de deficiência visual, seja de forma ocasional ou regular.

Deficiência Visual

A lista que segue abaixo, com o título? Cuidados no relacionamento com pessoas cegas?, é uma espécie de código de etiqueta no qual a relação com as pessoas portadoras de deficiência visual, recebe uma orientação básica, desenhada pelo negativo, dizendo o que não se deve fazer no contato com o deficiente visual. Define-se, em linhas gerais, um modo de tratamento adequado às interações das quais ele participa.

leia mais »

Bebida alcoólica através dos olhos: uma estranha e perigosa combinação

16 set 2010 por Lotten Eyes    Sem Comentários    Postado em: Curiosidades


Um dos assuntos desta semana que chamaram a atenção da maioria foi o uso (abuso) da vodka, que tem sido utilizado pelos jovens para ser “ingerida” através dos olhos.

O fato é que este hábito traduz algo já praticado por jovens frequentadores dos Pubs londrinos e pelas garçonetes que trabalham nos bares de Los Angeles em busca de generosas gorjetas.

Os praticantes desta anormalidade de consumo já o fazem em certas condições sobre as quais estão sob efeito do Álcool. As bebidas alcoólicas atuam sobre o sistema nervoso central, causando um estado de euforia que tira a pessoa de seu grau de comportamento normal, e também trazem um certo grau de analgesia. Frente a isso, sem um domínio pleno de suas faculdades e com sensibilidade diminuída e, portanto, mais tolerante à dor, o cidadão inocula álcool diretamente sobre o olho imaginando que isto acelere os efeitos da bebida alcoólica. Os desdobramentos acerca do álcool e seus efeitos sistêmicos são por demais conhecidos, mas aqui a proposta é a de entender o que pode ocorrer nos olhos.

A superfície externa ocular é revestida por um tecido chamado conjuntiva e que na região próxima à córnea apresenta um tipo de célula vital para a transparência corneana. É da transparência da córnea que depende grande parte da visão. Uma vez colocado bebida alcoólica em contato com a conjuntiva e, consequentemente, com estas células (pela mudança de ph), ocorre uma queimadura que, na dependência da concentração de álcool e do tempo de contato, pode levar desde queimaduras leves até queimaduras graves. No caso de lesão destas células, a consequencia é ainda mais danosa, pois uma vez lesada, a transparência da córnea é fortemente prejudicada. E mais, em alguns casos o transplante de córnea pode ser necessário e é o de pior prognóstico, pois as células caliciformes têm papel fundamental na nutrição tecidual.

Evidentemente que isto chama a atenção não só daqueles que se preocupam com a saúde dos olhos, mas também de todos aqueles que concentram sua atenção nas questões da violência. Tratar da questão dos olhos tem suas aptidões técnicas, mas a abordagem do álcool depende de todo um processo sociológico.

O fato é que qualquer substância que possa atingir nossos olhos tem papel que pode ser altamente nocivo. Na dúvida, a orientação é a de lavar copiosamente e, uma vez que se imaginar que a lavagem não foi suficiente, repeti-la, utilizando-se de água natural. Uma vez tratado desta forma o assunto emergencial, o paciente deve ser encaminhado ao médico especialista.

Claudio Lottenberg.

Eliminando alguns mitos

2 ago 2010 por Lotten Eyes    Sem Comentários    Postado em: Curiosidades


É fato que o papel do oftalmologista vem se ampliando graças à tecnologia e em função do envelhecimento da população brasileira, mas julgo importante esclarecer, no velho capítulo dos óculos e lentes de contato, alguns mitos e alguns pontos de curiosidade.

Uma das principais razões pelas quais nossos pacientes nos procuram é para verificação e prescrição de lentes corretivas. O uso de lentes, corretivas ou não, não tem papel definidamente estabelecido no fato do grau aumentar ou não aumentar. Alguns estudos em macacos demonstraram que o uso dos óculos para miopia, em se tratando de jovens em fase de crescimento, poderia no caso do uso frequente na leitura aumentar a miopia, mas nem isso é definitivo. O fato é que quem não faz uso de correção refrativa adequada pode vir a apresentar inúmeros sintomas qualificados como astenopia, e que
se manifestam na forma de vermelhidão, lacrimejamento e dor de cabeça. Em resumo, isto significa dizer que não usar óculos traz sintomas desagradáveis, mas não aumenta e nem diminui o grau.

Outra pergunta que nos fazem sistematicamente diz respeito ao uso de óculos escuros e sua procedência. E aqui vale ressaltar que os óculos escuros têm, desde que manufaturados com material de boa qualidade, papel de filtro que protege os olhos do aparecimento de doenças que tem correlação com a radiação ultravioleta. Com o prolongamento da expectativa de vida, isso passa a ser importante, especialmente nos quadros de degeneração macular e catarata e, portanto, aqui fica também a recomendação positiva para seu uso. A origem destes óculos deve ser adequada e isto evidentemente dependerá da confiança em quem os vende.

Muito nos é questionado ainda sobre a leitura e a evolução dos graus refrativos e o pós-operatório de uma cirurgia ocular. A leitura não prejudica a visão e pode ser feita sempre. Logicamente que isso tem melhor efeito se realizado de forma adequada. Portanto, ler com grau inadequado, no escuro e ou com baixa luminosidade, em pós-operatório recente, não traz conforto, mas pode ser feito. Existem consequências momentâneas em forma de desconforto, mas que efetivamente não trazem prejuízos a médio e longo prazo.

Pacientes usuários nos questionam sobre os procedimentos refrativos e o uso de lentes de contato. A adaptação de uma lente de contato requer a supervisão médica e problemas momentaneamente inaparentes podem trazer consequências ruins a médio e longo prazo. Não é incomum vermos pacientes misturando produtos de manutenção de suas lentes de contato, que efetivamente são comprados desnecessariamente, levando a quadros irritativos. Afora isso, entendo que lentes podem ser usadas desde que as pessoas conheçam adequadamente os sintomas que possam significar que algo não está bem, e saibam manipular adequadamente o produto. Em havendo bom esclarecimento e bom entendimento, são recursos úteis e que proporcionam visão em muitos casos até superior aos próprios óculos.

-