O Reflexo Vermelho e o Retinoblastoma

2 jul 2015 por Lotten Eyes    Sem Comentários    Postado em: Notícias

Quando o bebê nasce uma das primeiras coisas que a equipe médica realiza é o “Teste do Olhinho”. Esse teste consiste na avaliação do reflexo vermelho dos olhos do recém-nascido. O resultado normal é justamente conseguirmos ver um reflexo vermelho. A cor vermelha é devido ao reflexo da retina, a qual é ricamente vascularizada. O resultado anormal é não conseguirmos ver esse reflexo vermelho, ele pode aparecer diminuído ou até branco/amarelado.

Este teste pode detectar alguns problemas oculares precocemente como Catarata Congênita e Retinoblastoma, um tumor maligno que se desenvolve na retina. Além do reflexo diminuído ou ausente no exame do reflexo vermelho, o bebê pode apresentar baixa visão e estrabismo (desvio dos olhos).

O tratamento deste tumor é realizado com equipe multidisciplinar que tem como arsenal terapêutico a quimioterapia, radioterapia e tratamento oftalmológico. O prognóstico dessa doença está diretamente relacionado com o tempo do diagnóstico, por isso a necessidade de um diagnóstico precoce.

Algumas vezes podemos ver o reflexo vermelho nas fotos caseiras tiradas dos bebês. Caso você não consiga ver o reflexo vermelho procure um oftalmologista para uma avaliação, ele conseguirá ver se é apenas um artefato da foto ou se realmente existe alguma alteração ocular.

Dra. Carolina Engelbrecht
CRM 140190

Ler dentro de veículos em movimento, fazendo esteira ou bicicleta, causa descolamento de retina: MITO OU VERDADE?

2 jul 2015 por Lotten Eyes    Sem Comentários    Postado em: Mito ou Verdade

Ler dentro de veículos em movimento, fazendo esteira ou bicicleta, causa descolamento de retina?

MITO. Essas atividades podem causar tontura, náusea ou desconforto, mas não afetam a retina.

Dra. Carolina Engelbrecht –
CRM 140190

O que são termogênicos e como interferem na sua saúde ocular

2 jul 2015 por Lotten Eyes    Sem Comentários    Postado em: De olho na saúde

Os termogênicos são substâncias aceleradoras do metabolismo. Nas academias, seu uso é aplicado como uma forma de potencializar o gasto calórico, ou seja, num mesmo intervalo de tempo, você gasta mais energia. Estudos recentes da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, chamaram atenção para dois princípios ativos: o dinitrofenol (DPN) e a efedrina.

Essas substâncias estimulam a formação de calor, aumentam a temperatura do corpo e promovem a dilatação da pupila. Esse conjunto de alterações precipita a formação de catarata e diminuem o canal de escoamento que temos no nosso olho, entre a íris (parte colorida) e a pupila. Este feito, em pessoas predisponentes, pode causar uma crise de glaucoma agudo. Os sintomas são dor nos olhos, enxergar halos, náuseas e vômitos.

Contudo, nem todos termogênicos são perigosos; uma alternativa viável e segura que pode nos ajudar a aumentar a disposição, combater os radicais livres e garantir uma boa visão é o chá verde, matéria prima presente na natureza. Se for orgânico (cultivado sem agrotóxicos), melhor ainda!

Sempre que alguém lhe oferecer um atalho para perder alguns quilinhos, desconfie! Não há fórmula mágica. Uma dieta equilibrada associada a exercícios físicos continua sendo o caminho da longevidade.

Dra. Lílian Arantes Peixoto

CRM 113848

A miopia é hereditária? MITO OU VERDADE?

2 jun 2015 por Lotten Eyes    Sem Comentários    Postado em: Mito ou Verdade

SIM e NÃO. A miopia pode ser hereditária, ou seja, “passar” de pais para filhos. Contudo, a maioria dos casos de miopia não são hereditários, e sim constitucionais de cada indivíduo.

Se eu não usar óculos o meu grau vai aumentar? MITO OU VERDADE?

2 jun 2015 por Lotten Eyes    Sem Comentários    Postado em: Mito ou Verdade

MITO. O grau não aumenta nem diminui pelo uso de óculos. O paciente irá sentir, apenas, desconforto visual caso não use lentes corretoras.

Dra. Carolina Engelbrecht – Médica Oftalmologista

CRM 140190

Ambliopia

2 jun 2015 por Lotten Eyes    Sem Comentários    Postado em: Ambliopia

Ambliopia é a diminuição da capacidade visual de um olho quando este apresenta anatomia e saúde normal (ausência de lesão orgânica), popularmente conhecida como “olho preguiçoso”. A causa da ambliopia é relacionada à privação do desenvolvimento visual do olho afetado. Como exemplo podemos citar o estrabismo (desvio dos olhos), anisometropia (diferença de grau de um olho para o outro olho), ametropias altas (miopia, astigmatismo, hipermetropia), catarata congênita, ptose da pálpebra, leucoma (opacidade da córnea).

O tratamento da ambliopia precisa ser feito precocemente (com pacientes até 7-9 anos), pois após essa idade o olho já se desenvolveu. Um adulto com olho amblíope nunca conseguirá enxergar como o “olho bom”. Já as crianças, têm chance de melhorar a capacidade do olho amblíope, pois sua visão ainda está em desenvolvimento. Por isso a importância do diagnóstico precoce da ambliopia e seu tratamento.

Como as crianças muitas vezes não se queixam do “olho preguiçoso” por possuírem o “olho bom” que enxerga perfeitamente, os pais acabam não sabendo do problema ocular dos filhos. Não se esqueça de cuidar da saúde ocular dos seus filhos, programe consultas oftalmológicas anuais.

Dra. Carolina Engelbrecht – Médica Oftalmologista

CRM 140190

Dormir pouco prejudica os olhos

2 jun 2015 por Lotten Eyes    Sem Comentários    Postado em: Visão

Uma noite mal dormida pode trazer um grande desconforto no dia seguinte: corpo cansado, olhos pesados, olheiras e pensamento desacelerado são alguns dos fatores que incomodam quando dormimos menos do que o necessário. Mas você sabia que dormir pouco prejudica os olhos?

O que prejudica a visão?

A rodopsina, um pigmento presente na retina e sensível à luz, regenera-se durante o sono. Desta forma, dormir pouco prejudica este processo, e interfere na lubrificação dos olhos, causando olho seco, irritação e ardência. O hábito de dormir menos de 6 a 8 horas por dia aumenta o risco de alterações vasculares na retina, que podem causar a perda definitiva da visão.

O estresse gerado pela falta de sono desorganiza o consumo de glicose pelo organismo e dificulta a utilização da insulina secretada pelo pâncreas. Os distúrbios do sono comprometem a imunidade, diminuindo a capacidade do organismo em combater infecções. Dormir pouco também facilita o desenvolvimento de doenças oculares, como a conjuntivite viral, bacteriana e alérgica, especialmente no inverno.

Agora que você já sabe que dormir pouco faz mal, confira algumas dicas para combater a insônia:

- Consuma frutas ricas em vitamina C (laranja, goiaba, acerola); elas ajudam a melhorar a saúde dos olhos;
- Inclua algum carboidrato no jantar para aumentar a produção de insulina;
- Coma peixes de água fria e frutos do mar; eles equilibram as lágrimas e previnem a degeneração macular;
- Consuma castanha do Pará (em pequenas quantidades); o selênio ajuda a proteger os olhos;
- Espinafre e brócolis ajudam a proteger a retina;
- Evite usar o computador, tablete ou smartphone durante a noite; a luz emitida por esses aparelhos interferem no seu sono.

Siga as dicas e tenha uma noite de sono tranquila!

Lentes de contato: cuidados que podem salvar a sua visão

27 mai 2015 por Lotten Eyes    Sem Comentários    Postado em: Lentes de Contato

Esta semana acompanhamos a notícia de uma garota de 19 anos que, por pouco, não perdeu a visão. Jessica Greaney contraiu um parasita que estava – literalmente – comendo seu olho.

Conhecido como Acanthamoeba, o parasita estava vivendo dentro do globo ocular de Jessica, que só foi afetada pelo mesmo por tomar banho sem tirar as lentes de contato. A ação do parasita poderia levar à cegueira da garota, que precisou passar quatro dias sem dormir, pingando colírio de meia em meia hora.

As lentes de contato são um grande avanço para a correção de erros refracionais, e muito simples de serem utilizadas. No entanto, os cuidados básicos não devem ser negligenciados. O Dr. Rodrigo Arantes Souza Lima – CRM 141481 – dá algumas dicas para usá-las sem se preocupar:

- Faça uma avaliação oftalmológica a cada 6 meses ou em caso de dor, olho vermelho, lacrimejamento ou visão embaçada;
- Higienize das mãos antes de manipular as lentes de contato;
- Limpe e armazene as lentes de contato com os produtos adequados, evitando uso de água ou soro fisiológico;
- Respeite o tempo de uso indicado pelo fabricante no caso das lentes descartáveis;
- Evite usar as lentes de contato no banho, piscina ou mar;
- Evite o uso das lentes de contato por mais de 12 horas ou dormir com as mesmas.

Dessa forma, você poderá desfrutar do conforto de uma boa visão com suas lentes de contato, sem o risco de uma grande infecção.

Assistir televisão muito perto prejudica a visão? MITO OU VERDADE

28 abr 2015 por Lotten Eyes    Sem Comentários    Postado em: Mito ou Verdade

MITO. Mas pode dar sensação de cansaço visual e dores de cabeça pelo uso excessivo da musculatura ocular, a qual fica tensa numa mesma posição para dar o foco na imagem de perto.

Dra. Carolina Engelbrecht- Médica Oftalmologista

CRM 140190

Aumento da pressão intraocular e os riscos que pode causar à visão

28 abr 2015 por Lotten Eyes    Sem Comentários    Postado em: Pressão Intraocular

Você tem pressão intraocular aumentada? Essa é uma pergunta que muitas pessoas não sabem responder. Poucos brasileiros têm o hábito de passar em consulta com um oftalmologista e, consequentemente, não fazem nenhuma ideia do valor da sua pressão intraocular. A partir dos 40 anos, devemos medir nossa pressão intraocular anualmente. A importância desse hábito consiste na detecção precoce de doenças oculares como o glaucoma. O valor da pressão intraocular pode variar de indivíduo para indivíduo, mas em média, o valor normal não deve ultrapassar os 21 mmHg. O oftalmologista, através de aparelhos específicos, consegue medir esse valor e, juntamente com outros exames oftalmológicos, saber se você tem ou não uma suspeita de glaucoma. O glaucoma é uma doença muito séria, pois o paciente não tem sintomas no início e se não faz o tratamento adequado, pode evoluir com perda de campo visual e chegar até a cegueira em casos avançados. Por isso a importância de um check-up anual com seu oftalmologista.

Dra. Carolina Engelbrecht – Médica Oftalmologista

CRM 140190

-